Curiosidade

Por que os cães tem medo de fogos de artifício? 6 Dicas importantes para confortar seu PET

Tremedeira, choro, latido e agitação: é de partir o coração ver um cachorro com medo de fogos de artifício!

Embora fogos marquem as mais diversas celebrações e encham os olhos com a sua beleza, muitos cães não curtem como a gente.

PUBLICIDADE

E o que era para ser uma noite agradável, acaba sendo uma tortura para eles – e para nós também. Eis que paira no ar a dúvida: o que fazer para ajudar o cachorro com medo de fogos?

Abaixo selecionamos 6 Dicas importantes para confortar se PET. Compartilhe com quem tem um pet e ajude a espalhar boa informação.

1. Converse com seu veterinário sobre possíveis medicamentos

Converse com seu veterinário sobre medicamentos se você sabe que seu animal de estimação está chateado com as festividades do feriado. Há uma variedade de opções que podem ajudar a tratar a fobia de fogos de artifício do seu cão.

Feromônios. Disponível através de um difusor, spray ou coleira, os feromônios que acalmam os cães Adaptil podem reduzir a ansiedade do seu cão – seja ela relacionada a fogos de artifício, tempestades, viagens ou separação.

PUBLICIDADE

Melatonina. Este suplemento de venda livre está amplamente disponível. Ao usar a melatonina para a ansiedade, os pais dos animais relatam diferentes níveis de alívio.

Prescrição de medicamentos. Especialmente em casos graves, a medicação pode salvar a vida de um cão com fobia a barulho. Seu veterinário pode orientá-lo nas várias opções.

PUBLICIDADE

2. Dê a seu cachorro muito carinho

Um mito comum diz que se você acariciar seu filhote durante um episódio de ansiedade, ele sentirá mais medo. “Você vai piorar as coisas tentando confortá-lo. Ignorá-lo é sua melhor aposta.”

No entanto, com calma e reconfortante seu cão é bom, desde que você evite exclamações em voz alta ou movimentos frenéticos. Portanto, fique à vontade!

Vários estudos destacam que os cães valorizam o apoio social dos proprietários.

Como uma criança com medo de um barulho alto, virando-se e correndo na direção de um dos pais, descobriu-se que cães que enfrentam situações estressantes se voltam para seus donos como refúgios seguros.

Leia também:
Lave suas mãos imediatamente após tocar nessas 10 coisas
Ninguém segura uma mulher que descobriu o próprio valor

3. Invista em uma faixa de pressão ou colete

Esses coletes justos aplicam uma pressão sustentada e reconfortante ao torso do seu cão.

Temple Grandin, professora de ciências animais, pesquisou esse método e o discute em seu livro Animals Make Us Human .

O Dr. Grandin recomenda colocar o envoltório por 20-30 minutos, removê-lo por um período semelhante e reaplicá-lo. Muitas empresas os oferece.

4. Previna fugas

Mais cães desaparecem no dia ano novo do que em qualquer outra época do ano. O motivo? Eles ficam assustados. Isso pode acontecer quando você menos espera!

5. Identificação

Certifique-se de que seu cachorro tenha uma identificação. Mesmo os animais domésticos podem entrar em pânico e tomar medidas drásticas para escapar quando assustados. Microchipar seu cão é uma boa medida de proteção.

Não deixe seu cachorro sozinho em casa. Se você está saindo para aproveitar as férias sem eles, encontre uma babá. Rover tem assistentes de curto prazo exatamente para essas situações.

Para mais dicas excelentes – e um vídeo – sobre como proteger sua casa e quintal, confira esta postagem útil . Ele também detalha o que fazer se o seu cão escapar.

6. Distraia seu cão com guloseimas ou atividades de que goste

O Dr. Stanley Coren, Professor Emérito de Psiquiatria da Universidade de British Columbia, prefere as etapas a seguir aos medicamentos ansiolíticos.

“Alguns remédios levam várias semanas para se formar”, disse ele. “Você sempre tem as técnicas de comportamento à mão.”

As principais técnicas de Coren para cães avessos a fogos de artifício incluem:

Aja como se não reconhecesse o comportamento. Leve-o para passear e converse com ele como se ele ele fosse um filhote, dando petiscos e brincando. Envolva-os com outra coisa.

 

Leia também: No México, jovens que quebraram o isolamento social são colocados para varrer

Resumo final

A maioria dos cães tem algum nível de medo quando se trata de fogos de artifício. Você conhece melhor o seu cão e saberá o quanto deve intervir durante as festividades. Na dúvida, lembre-se que prevenção, distração e muito amor são sempre uma boa ideia!

Mais Lidas de Curiosidade