Curiosidade, Saúde

Coisas que Ninguém te conta sobre o “Rivotril”

Em geral, esse medicamento é considerado seguro. Sem o Rivotril, algumas pessoas com problemas médicos graves podem ter complicações extremas. Por outro lado, podem ocorrer sérios problemas de saúde para aqueles que abusam dessa potente droga.

O uso indevido de curto prazo pode rapidamente se transformar em um problema de longo prazo.

PUBLICIDADE

O que realmente acontece em seu corpo ao usar Rivotril? Rivotril atua aumentando a atividade do ácido gama-aminobutírico (GABA).

Este é um produto químico que envia sinais por todo o sistema nervoso. Se não houver GABA suficiente no corpo, ocorre um estado de excitação.

Isso pode resultar em ataques de pânico ou convulsões. Ao tomar esse medicamento, mais GABA é produzido no corpo, evitando que essas crises ocorram.

Eles também são popularmente conhecidos como tarjas pretas, tranquilizantes, calmantes, ansiolíticos, medicamentos anti-ansiedade, sedativos, pílulas para dormir e hipnóticos.

PUBLICIDADE

São prescritos principalmente nos quadros de ansiedade e problemas de sono. Segundo dados da OMS cerca de 10% da população mundial utiliza os benzos.

Desse montante, um terço faz uso regular e o restante ou dois terços utilizam os benzos a mais de 180 dias.

PUBLICIDADE

O que é Rivotril?

Rivotril (genericamente conhecido como clonazepam) é um medicamento benzodiazepínico frequentemente prescrito para pessoas que têm epilepsia ou algum outro tipo de distúrbio convulsivo.

Klonopin é outra marca comum para basicamente a mesma fórmula química. Também é prescrito para transtornos de pânico.

Rivotril é geralmente prescrito para uso de curto prazo e não “cura” nenhum problema médico subjacente.

Os efeitos do uso de Rivotril podem ocorrer quase imediatamente

Coisas que Ninguém te conta sobre o "Rivotril"
A sedação é um efeito colateral comum em pessoas que tomam benzodiazepínicos como o Rivotril.

Os possíveis efeitos colaterais físicos incluem aumento da frequência cardíaca, falta de ar, dor de cabeça, cãibras abdominais, constipação, micção frequente, diarreia, espasmos musculares, membros trêmulos, dores musculares ou articulares, desejo limitado e desempenho na cama e um número ou intensidade aumentados de convulsões.

Algumas pessoas têm uma reação alérgica a esse tipo de medicamento. Pode aparecer como coceira ou urticária. Pode haver inchaço na face ou nas mãos.

Também pode haver inchaço ou formigamento na boca ou na garganta. Pressão no peito ou dificuldade para respirar também são possíveis.

Os efeitos colaterais do Rivotril podem ser graves. No entanto, a sensação de êxtase que esta droga pode produzir pode fazer com que os usuários ignorem os efeitos nocivos que ela produz.

Alguns que tomam este medicamento para melhorar o sono podem ter comportamentos estranhos. Enquanto dormem ou não estão totalmente acordados, eles podem dormir, dirigir, fazer ligações ou preparar ou comer alimentos.

A duração recomendada de uso é de não mais do que 2 ou 3 semanas de uso diário. A dependência física estabelece-se após seis semanas de uso, mesmo que moderado.

O uso crônico cria tolerância obrigando a aumentar a dose para obter os mesmos efeitos. Entretanto, algumas pessoas podem utilizar a mesma dose mais de 10, 20 anos.

Quando acordados, eles podem não ter nenhuma memória desses eventos. Aumentam as preocupações com a saúde com o uso contínuo

Aqueles que sobrevivem ao abuso e “ficam limpos” podem experimentar mudanças dramáticas de personalidade.

Rivotril foi associado a uma forma de sabotamento emocional.

Com essa condição, as pessoas parecem incapazes de expressar uma emoção profunda. A capacidade de sentir felicidade profunda e tristeza intensa foi perdida. Eles parecem estar emocionalmente entorpecidos. Isso pode causar muita angústia no relacionamento.

Outras pessoas que abusam do Rivotril desenvolvem uma forma de raiva explosiva, na qual atacam com violência. Isso pode ocorrer mesmo nas circunstâncias mais aparentemente inocentes.

Tal comportamento pode resultar em prisão. Essas pessoas podem prejudicar a si mesmas ou a outras pessoas. Freqüentemente, a culpa de longo prazo surge na esteira de sua conduta sob a influência desse poderoso produto químico.

Não há dúvida da eficácia e ajuda que esses remédios podem ter a curto prazo, entretanto se tiver que tomar a droga, tome a curto prazo, mas não deixe de lembrar que a longo prazo ela pode ter efeitos danosos na vida de qualquer pessoa.

Precauções para o a finalização do uso

Rivotril pode produzir dependência emocional, dependência física e vício, mesmo se usado conforme prescrito. Consulte o médico sobre a duração apropriada do tratamento.

Da mesma forma, os pacientes devem consultar seu médico antes de encerrar o uso de Rivotril. Uma parada repentina pode ser perigosa para a saúde.

Para evitar riscos à saúde, uma redução gradual da dose pode ser melhor. O médico pode aconselhar.

Se ocorrer qualquer pensamento ou comportamento estranho enquanto estiver tomando este medicamento, informe o médico imediatamente.

Bebês de mulheres que usam Rivotril podem correr o risco de se viciar e apresentar sintomas de abstinência possivelmente fatais. Medidas eficazes de controle de natalidade devem ser usadas enquanto estiver tomando este medicamento.

Pacientes do sexo feminino devem notificar seu médico se houver possibilidade de gravidez ou amamentação.

Evite beber álcool e usar drogas ilegais enquanto estiver tomando Rivotril. Eles podem diminuir os benefícios (por exemplo, piorar sua condição) e aumentar os efeitos adversos (por exemplo, sedação) do medicamento.

O álcool aumenta o risco de sobredosagem acidental com Rivotril. Ervas e suplementos vitamínicos podem até mesmo se misturar mal com Rivotril.

De modo geral, os sintomas de abstinência mais graves vêm com doses maiores e uso mais prolongado de um produto químico potente, como o Rivotril.

Fonte: www.michaelshouse.com

Mais Lidas de Curiosidade