PUBLICIDADE
Saúde

9 sinais que indicam que você tem colesterol alto – preste atenção aos sinais 5 e 6

O colesterol ruim pode causar muitos prejuízos ao organismo de uma pessoa. Por causar a obstrução de artérias, o coração acaba fazendo um esforço extra para trabalhar. Isso pode acabar gerando consequências graves como arritmias cardíacas e infarto.

De modo geral, uma dieta com excesso de gorduras saturadas ou trans pode levar ao aumento do colesterol ruim (LDL).

PUBLICIDADE

Os sintomas de colesterol alto, são silenciosos, através do exame de sangue conseguirá ter certeza. Porém, o excesso de colesterol pode levar a um depósito de gordura no fígado, o que, em algumas pessoas, pode gerar sinais clínicos como:

1) Intolerâncias alimentares

Indivíduos acometidos por intolerâncias alimentares podem estar com níveis altos de colesterol no sangue.

Ainda que essas condições possam originar-se devido a diversos fatores, a acumulação excessiva de gordura nas artérias e no fígado pode ser uma delas.

PUBLICIDADE

2)Inflamação e dormência das extremidades

A inflamação e sensação de dormência das extremidades é um dos sintomas iniciais do colesterol alto.

Essa reação ocorre porque os lipídeos acumulados impedem a circulação adequada do sangue, diminuindo a transferência do oxigênio e dos nutrientes até aos músculos.

3)Sensação de peso e indigestão

Os desequilíbrios nos níveis do colesterol mau (LDL) e total podem tornar-se num forte desencadeante de episódios contínuos de indigestão e sensação de peso.

O excesso de lipídeos no sangue e no fígado afeta o metabolismo. Por sua vez, isso impede um bom processo digestivo. Sobretudo ao ingerir alimentos com muita gordura.

4)Enjoos e dores de cabeça

À medida que o colesterol se deposita nas artérias, a circulação começa a apresentar dificuldades e a oxigenação celular é interrompida.

Tal manifesta-se por meio de enjoos frequentes, perda de equilíbrio e fortes cefaleias causadas por tensão.

5)Bolinhas de gordura na pele, conhecido como xantelasma

Xantelasma e xantoma são nomes estranhos, que designam lesões cutâneas relativamente comuns, associadas a alterações dos níveis de lipídios na circulação sanguínea.

Os xantelasmas são pequenos depósitos de matéria gordurosa e colesterol que se instalam sob a superfície da pele nas pálpebras superiores e inferiores indistintamente, perto do nariz.

A condição afeta sobretudo os adultos, especialmente as mulheres na fase do climatério, e pode estar associada a níveis elevados de colesterol e triglicérides no sangue.

As lesões, no entanto, podem também aparecer quando os valores desses componentes sanguíneos são normais. Isso talvez aconteça, porque a alteração apenas ocorra em frações do colesterol, que não são normalmente avaliadas.

Xantelasma é o tipo mais comum de xantoma, tumor benigno da pele ligado a um distúrbio hereditário do metabolismo dos lipídios (causa primária dessa condição).

É importante diferenciar um do outro. Xantelasmas aparecem nas pálpebras e não estão vinculados a problemas metabólicos das gorduras.

6)Constipação intestinal

A acumulação de lipídeos nas artérias afeta as funções digestivas.

Considerando que a mobilidade intestinal diminui, podem ocorrer fortes episódios de prisão de ventre.

7)Dor no peito

A dor no peito é um sintoma muito fácil de perceber. Ainda assim, quase sempre é um motivo para consultar um médico de imediato.

Ainda que muitas doenças estejam associadas ao seu aparecimento, a maioria dos casos tem a ver com os efeitos do colesterol alto.

A acumulação de gorduras nas artérias dificulta o bombeamento do sangue e, por fim, pode causar hipertensão.

8)Problemas de pele

A urticária e outros problemas de pele podem aparecer quando o corpo apresenta dificuldades em regular os níveis de colesterol.

Esses problemas manifestam-se através do aparecimento de manchas avermelhadas, inflamação e uma incômoda sensação de comichão que pode ser difícil de controlar.

9)Problemas oculares

O excesso de colesterol leva ao desenvolvimento de problemas na visão que, se não forem tratados a tempo, podem causar danos irreversíveis.

É comum que os pacientes apresentem uma secreção amarelada nos olhos, irritação e visão turva.

Já as gorduras insaturadas podem combatê-lo. Mas há algumas pegadinhas: óleos vegetais ricos em poli-insaturados, como os de girassol, milho e soja, baixam o nível de LDL, mas não na mesma proporção em que as gorduras saturadas aumentam esse índice.

E, em excesso, podem baixar o HDL e ter efeito inflamatório no organismo, o que também não é bom para a saúde.

Já as gorduras monoinsaturadas, presentes no azeite, no abacate e no amendoim, parecem reduzir o LDL sem baixar o HDL.

Melhores remédios caseiros para baixar o colesterol

Para conseguir baixar o colesterol ruim, é recomendado seguir uma dieta saudável, consumindo somente fontes de gordura boa como azeite, azeitona, abacate e nozes, e excluindo alimentos com gorduras nocivas ao corpo, como as que estão presentes em alimentos industrializados e processados.

Cozido de alcachofra com cenoura

-A alcachofra Protege o fígado e diminui a concentração de colesterol ruim.
-Amendoim, amêndoa e cenoura é rico em fibras que favorecem a eliminação de moléculas de gordura pelas fezes, além de vitaminas do complexo B, minerais como zinco, selênio, cobre e manganês assim como fitoquímicos com ação antioxidante.

Cozinhe a cenoura cortada em rodelas por 8 minutos, após o tempo determinado na mesma panela adicione a alcachofra e deixe por mais 7 minutos abafe-o e tempere com sal, e picadinho de alho à gosto.

Escorra água, monte o prato com Amendoim, amêndoa(ou a oleaginosa que tiver). Bom apetite!

Você pode fazer em quantidade e deixar guardado para comê-los como lanches.

PUBLICIDADE
Mais Lidas de Saúde