PUBLICIDADE
Saúde

Faça a dieta do ovo e perca peso de forma saudável sem passar fome

Emagrecer tem sido a meta de muita gente. A boa notícia é a dieta do ovo é uma forma rápida de perder peso sem passar fome.

E isso é uma grande ajuda para quem não tem muita disciplina porque não exige esforços absurdos.

De forma geral, esse protocolo alimentar reduz o consumo de carboidratos.

PUBLICIDADE

Sua base é a maior ingestão de proteínas e de gorduras boas.

Por essa razão, é o ovo entra em várias refeições ao longo do dia. Especialmente, o ovo cozido porque não precisa de fontes extras de gordura na preparação.

Como resultado, se você a dieta do ovo direitinho, é possível perder até 14 quilos em apenas 10 dias. Dá para acreditar?

PUBLICIDADE

Essa é uma boa alternativa para quem vive fazendo promessa de perda de peso na virada do ano.

Da mesma forma, a dieta é muito eficiente para quem quer entrar naquele vestido coladinho de festa.

Isso porque o protocolo garante resultados rápidos e não deve ser feito por muito tempo.

Acesse a próxima página abaixo para continuar lendo.

Pode comer ovo todos os dias?

Mas, antes de se jogar em um pratão de ovos cozidos procure ajuda profissional.

Nutricionista, nutrólogo ou endocrinologista são profissionais que saberão conduzir sua dieta no caminho certo. Certamente esse é um detalhe primordial para não prejudicar sua saúde.

Agora, se sua preocupação é com relação ao consumo intenso de ovos, fique tranquila. Na verdade, o ovo já deixou de ser visto como vilão pela medicina.

Estudos mostram que ovos ajudam a queimar gordura e aumentar a massa magra. Do mesmo modo, eles ajudam a reduzir o colesterol ruim e a manter o bom colesterol em equilíbrio. Interessante, não?

Como cozinhar ovo? 6 formas e tempos diferentes de preparo

Como você vai ver, disponibilizamos o cardápio da dieta mais à frente. Mas, lembre-se: a dieta do ovo deve ser seguida por duas semanas, no máximo.

Basicamente, uma das principais regras é evitar o consumo de bebidas alcoólicas e açucaradas. Da mesma forma, são se deve comer fast food e frituras durante o protocolo.

Além disso, limitar o consumo de sal e açúcar também ajuda a conseguir seus resultados.

Mas, as regras de ouro não param por aí. Outro ponto importante a ser lembrado é a prática de exercícios físicos.

Eles são importantes para o bom resultado da dieta do ovo porque aceleram o metabolismo e a queima de gordura.

De forma geral, é preciso praticar pelo menos 30 minutos de exercícios por dia.

Outra observação importante, antes de irmos ao cardápio, é que dieta do ovo é uma medida temporária. Ela foi pensada perder o máxima de peso em um curto espaço de tempo.

O porque disso é que dieta do ovo não se trata de uma reeducação alimentar. Portanto, procure ajuda profissional para manter o emagrecimento com saúde.

Confira o cardápio da dieta do ovo:

Acesse a próxima página abaixo para continuar lendo.

Semana 1: Segunda-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: 2 batatas doces e 2 maçãs. Jantar: 1 prato grande de salada e frango.

Semana 1: Terça-feira.

Café da manhã: 2 ovos cozidos, 1 fruta cítrica. Almoço: vegetais verdes e salada de frango. Jantar: salada de legumes, 1 laranja e 2 ovos cozidos

Semana 1: Quarta-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos, 1 fruta cítrica. Almoço: um pouco de queijo, 1 tomate, 1 batata doce. Jantar: salada e frango.

Semana 1: Quinta-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos, 1 fruta cítrica. Almoço: uma fruta. Jantar: alguma salada e frango cozido no vapor.

Semana 1: Sexta-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos,1 fruta cítrica. Almoço: 2 ovos e legumes cozidos. Jantar: salada e peixe grelhado.

Semana 1: Sábado

Café da manhã: 2 ovos cozidos, 1 fruta cítrica. Almoço: 1 fruta. Jantar: frango e legumes no vapor.

Semana 1: Domingo

Café da manhã: 2 ovos cozidos, 1 fruta cítrica. Almoço: salada de tomate, legumes no vapor e frango. Jantar: vegetais cozidos no vapor.

Semana 2

Assim como o cardápio da 1ª semana, o da 2ª semana é bem balanceado. Basicamente, você deve manter o mesmo ritmo da semana anterior e fazer seus exercícios.

O cardápio abaixo dá uma ideia de como seguir nessa última semana de dieta. Claro que você pode fazer algumas alterações: substituir frango por peixe, por exemplo.

Por outro lado, você não deve aumentar nem diminuir o tamanho das porções das refeições. Entendeu como funciona?

Semana 2: Segunda-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: salada e frango. Jantar: 1 laranja, 2 ovos e alguma salada.

Semana 2: Terça-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: 2 ovos e legumes no vapor. Jantar: salada e peixe grelhado.

Semana 2: Quarta-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: salada e frango. Jantar: 1 laranja, salada de vegetais e 2 ovos.

Semana 2: Quinta-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: legumes cozidos no vapor, queijo com baixo teor de gordura e 2 ovos. Jantar: salada e frango.

Semana 2: Sexta-feira

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: salada de sardinhas. Jantar: salada e 2 ovos.

Semana 2: Sábado

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: salada e frango. Jantar: 1 fruta.

Semana 2: Domingo

Café da manhã: 2 ovos cozidos e 1 fruta cítrica. Almoço: vegetais no vapor e frango. Jantar: 1 fruta

A dieta do ovo funciona?

Ainda está na dúvida sobre a eficiência da dieta do ovo? Calma que a gente listou os prós e os contras de seguir o protocolo.

De forma geral, ela funciona para perda de peso. Apesar de ser um tanto restritiva, ela não vai prejudicar sua saúde em um curto período de tempo.

Assim, como já mencionamos, a dieta do ovo não pode ser de longa duração.

Certamente, vale reforçar que dieta não substitui o protocolo indicado por um nutricionista, por exemplo. Aliás, essa é uma realidade da maioria das dietas da moda.

Isso porque elas não substituem a mudança de hábitos e os exercícios físicos. Especialmente se você estiver buscando emagrecimento e qualidade de vida.

Então, antes de começar a fazer a dieta, talvez você deva conferir a lista de prós e contras que preparamos. Desse modo, você vai ter muito mais tranquilidade para tomar sua decisão.

Prós: Faz perder peso; Não conta calorias, nem mede porções.

Contras: Não é personalizada e não atenderá às suas necessidades pessoais; Em longo prazo pode levar ao desequilíbrio nutricional;

Caso seja praticada além do prazo indicado pode aumentar os níveis de colesterol; Há risco de sobrecarga renal em pessoas com problemas nos rins;

Não garante manutenção do peso perdido; Pode ter efeito contrário se não houver ajuste no consumo de calorias. O que achou dessa possibilidade?

Esse conteúdo não substitui consulta médica.

PUBLICIDADE
[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]
Mais Lidas de Saúde
PUBLICIDADE